Mostrando postagens com o rótulo RegiaoMostrar tudo

Itapetinga: Jovem é preso após matar casal; acusado alegou dívida de R$ 500

Foto: Divulgação / Polícia Civil

Um jovem foi preso após matar um casal em Itapetinga, no Médio Sudoeste baiano, na noite desta segunda-feira (20). Daniel Nunes de Souza, de 19 anos, alegou como causa do crime uma dívida de R$ 500 pela venda de uma motosserra a Gervásio Moreira de Castro. Daniel matou Gervásio a golpes de facão e a mulher Miriam Partenostro Ferreira Castro por estrangulamento. Segundo o delegado Roberto Júnior, coordenador da 21ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Itapetinga), Daniel foi preso horas depois dos crimes. Ele levou os policiais até o local onde escondeu o corpo de Gervásio, a motosserra que motivou as mortes e R$ 400, que foram subtraídos da vítima. Segundo apuração, Daniel procurou Gervásio no distrito de Itaimbé, zona rural de Potiraguá. O acusado pediu uma carona até a localidade de Teixeira do Progresso, na cidade vizinha de Mascote. No trajeto, após pedir que Daniel parasse o carro para checar um pneu que estaria vazio, o acusado atacou a vítima com um facão. Depois de vários golpes na cabeça, ele levou o corpo para um matagal, às margens da estrada. De volta a Itaimbé, Daniel foi até a casa de Gervásio, onde assassinou a companheira dele Míriam Partenostro Ferreira Castro. Míriam permitiu o acesso de Daniel ao imóvel depois que ele alegou que atendia um pedido de Gervásio, para buscar a motosserra. A mulher foi estrangulada por Daniel, que utilizou as mãos e um fio elétrico para cometer o crime. Poucas horas depois, o criminoso foi preso em flagrante por uma guarnição da Polícia Militar. BN

Estudante de 15 anos saca pistola 9mm para desafeto na porta de escola em Eunápolis

Fato aconteceu em escola pública na cidade de Eunápolis

Um estudante de 15 anos sacou uma arma em direção a um desafeto em frente a uma escola pública no bairro Gusmão, em Eunápolis, no fim da tarde de segunda-feira (20). A situação gerou tumulto e gritaria por parte dos estudantes que presenciaram a cena. Em seu depoimento à Polícia Civil, o adolescente contou que ao chegar à escola onde estuda para ver a namorada, discutiu com o desafeto. O estudante foi a um local ainda desconhecido pela polícia e retornou com a pistola 9mm, que foi sacada em direção ao grupo onde estava o desafeto. Todos saíram correndo. Após o ocorrido, o menor fugiu com a arma em uma moto de propriedade do seu vizinho. O estudante relatou ainda que, no dia anterior, o desafeto também teria sacado uma arma, atirado para cima e o ameaçado de morte. A arma de uso restrito das Forcas Armadas, que custa cerca de R$ 5 mil, e o carregador municiado, foram apreendidos. O menor foi ouvido e liberado. 

Informações do Radar 64

Ipiaú: Sessão da Câmara Municipal é suspensa pela quarta vez seguida


A Câmara de Ipiaú chega a quarta semana seguida sem sessão por falta de quórum. A última sessão ordinária ocorreu no dia 11 de abril. Na noite dessa quinta-feira, 16, apenas os vereadores San de Paulista, Emerson Fit, Peri, Lucas do Social, Edson Marques e Simone Coutinho compareceram no plenário. Diferente das situações anteriores, desta vez os sete vereadores da situação (Cláudio, Robson, Andreia, Naciel, Jô da AABB, Carlinhos e Orlando) estavam no prédio da Câmara, mas não foram até o salão. Eles teriam tentado convencer o presidente da Câmara a colocar na pauta do dia a votação do projeto do Desenbahia. Não houve consenso entre as partes, e novamente, a sessão ordinária foi suspensa. O comentário que circulou no salão do legislativo municipal é que a ordem judicial que determinava a realização da sessão para a votação do referido projeto do Desenbahia teria sido derrubada em estância superior, confirmado posteriormente pelo presidente San de Paulista. Os vereadores da base afirmam que o presidente do legislativo municipal tem atropelado o regimento interno da Câmara ao tentar colocar em primeira votação as contas do ex-prefeito Deraldino Araújo. Já os vereadores da oposição pedem mais detalhes no projeto do Desenbahia, a exemplo de nomes das localidades a serem pavimentadas com o empréstimo.

Do Giro Ipiaú

Empossada nova diretoria da OAB subseção de Ipiaú para o triênio 2019/2021

Dr. Fabricio Castro empossou a nova diretoria (Foto: Marcos Reis)

Em solenidade conduzida nessa quarta-feira (15) pelo presidente da OAB-BA, Fabricio Castro no salão de festas do clube AABB, a diretoria da OAB/BA Subseção de Ipiaú foi empossada para o triênio 2019/2021. A nova diretoria ficou assim constituída: Presidente: Dra Maria da Glória dos Santos Alves; Vice-presidente: Dr Genivaldo Santana Lins; Secretária Geral: Dra Neide Pereira; Secretário Adjunto: Dr José Raimundo e para o cargo de Tesoureiro: Dr Thiago Castilho.
Drª Maria da Gloria foi reeleita para o triênio 2019/2021
(Foto: Marcos Reis)

A solenidade foi marcada com a presença de diversas autoridades da área jurídica, a exemplo do desembargador Sérgio Cafezeiro, do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), Luiz Coutinho, presidente da CAAB, Hermes Hilarião, tesoureiro da OAB-BA, Drª Mariana Spina e Drª Leandra Lopes (juízas das varas Cível e Criminal da comarca de Ipiaú), diversos presidentes das subseções de Gandú, Itabuna, Coaraci, Jequié, entre outras cidades da região. Presente também o  Major PM Brito da 55ª CIPM, Patrick Lopes (prefeito de Jitaúna), entre outras autoridades. 

Advogados foram empossados (Foto: Marcos Reis)

Em seu discurso, a presidente reeleita Maria da Glória enfatizou a sua luta e coragem de presidir com responsabilidade a entidade jurídica atuando sempre em defesa das prerrogativas dos advogados e advogadas. Ao final, a presidente agradeceu a presença dos advogados, autoridades das diversas regiões e ao presidente Fabricio Castro, ao desembargador Cafezeiro e demais membros da diretoria da OAB secional Bahia, enfim, à todos presentes na solenidade.


Tesouras Notícias

Itabuna: Acusado de matar jornalista vai a Júri; crime ocorreu há 21 anos

Manoel Leal foi morto em 1998/Foto: Reprodução / Impunidad.com

Na próxima quarta-feira (22), um Tribunal do Júri vai julgar o acusado de matar o jornalista Manoel Leal. A vítima era fundador do jornal Itabunense. Leal foi morto no dia 14 de janeiro de 1998 em uma emboscada. Ele foi executado a tiros no dia 14 de janeiro de 1998 na porta de casa em Itabuna, no sul baiano. Segundo o Ministério Público do Estado (MP-BA), o Júri julgará Marcone Sarmento, um dos acusados do homicídio. Marcone chegou a ser julgado, mas foi absolvido pela participação no crime em 2005. No entanto, o MP recorreu da decisão e o Tribunal de Justiça julgou que a absolvição era contrária à prova dos autos. O julgamento está marcado para as 8h, no Fórum Ruy Barbosa, em Salvador. Outras duas pessoas também foram julgadas por envolvimento na ação criminosa. Uma delas foi condenada a 18 anos de prisão e outra absolvida a pedido do MP. BN