Mostrando postagens com o rótulo politicaMostrar tudo

ACM Neto acusa governo do PT de perseguição e ameaça a prefeitos: “Coisa inaceitável, ditatorial”

 

O pré-candidato a governador ACM Neto (União Brasil) acusou nesta quinta-feira (19) o governo do Estado de perseguição e ameaça a prefeitos do interior (vídeo abaixo). Durante discurso na Câmara Municipal de Guajeru, no Sudoeste da Bahia, Neto disse que o governo tem pressionado prefeitos para que se posicionem politicamente a favor do pré-candidato do PT ao Palácio de Ondina.

“Agora mesmo a gente tem acompanhado lamentavelmente o governo do Estado chamar os prefeitos, ameaçar. Dizem que, se não tirar uma foto, se não postar na rede social, se não colocar foto no WhatsApp e no Instagram, não vai receber o convênio, que a cidade não vai ser ajudada”, afirmou.

Neto condenou a prática. “Isso é um absurdo, é uma coisa inaceitável, uma coisa ditatorial. Mas tudo bem, sabe por quê? Porque nada disso é mais forte do que a vontade do povo. Quando o povo quer uma coisa, acabou, não tem força que segure. E a beleza da democracia é essa, quando chega na hora da eleição é só cada pessoa, sua consciência e mais nada. O voto, graças a Deus, é secreto e inviolável. Cada pessoa pode ir lá e escolher pensando no melhor para o seu futuro”, completou ACM Neto.

A agenda em Guajeru é a primeira da série de atividades, que inclui ainda visita a outros 11 municípios até domingo (22). Nesta quinta ainda estão na pauta Malhada de Pedras Brumado. Na sexta (20), serão cinco cidades: Érico Cardoso, Caturama, Rio do Pires, Ibipitanga e Macaúbas. No sábado (21), o pré-candidato vai visitar Itapetinga, Itambé e Vitória da Conquista. A agenda será finalizada no domingo em Campo Formoso.

Governo nas ruas


No discurso em Guajeru, Neto defendeu que o governo do Estado tem que olhar para os 417 municípios e reforçou seu compromisso de, caso seja eleito, governar a Bahia nas ruas, levando o governo para todas as cidades.

“Quem quer ser governador da Bahia, quem quer cuidar do nosso Estado de verdade, tem que olhar para todas as cidades, tem que ter atenção com todos os 417 municípios do nosso Estado. Não pode se preocupar se a cidade é pequena, média, grande, quantos habilidades tem, qual é a população, porque todos são cidadãos baianos, todos merecem a mesma atenção, o mesmo olhar cuidadoso por parte do governo do Estado”, defendeu.

O pré-candidato destacou que, desde o ano passado, já visitou mais de 100 cidades de todas as regiões da Bahia, conversando com as pessoas e ouvindo quais são os principais desafios para o futuro do Estado. “E eu não tenho dúvidas, a gente vem captando isso com muita clareza: um dos sonhos dos baianos é que haja um governo que olhe para todos, que possa ao longo do mandato trabalhar todos os dias atento aos problemas da Bahia, não interessa qual seja a região, não interessa quão distante o município esteja em Salvador”, salientou.

Neto voltou a reforçar seu compromisso de, caso seja eleito, governar a Bahia nas ruas, nas cidades. “Se eu tiver oportunidade de ser governador da Bahia, eu não vou governar o nosso Estado lá em Salvador, no gabinete com ar-condicionado. Eu vou governar a Bahia nas ruas, nas cidades, na zona rural, nos distritos, em cada lugar onde existam problemas e onde o governo precisa estar presente”, disse.

Do Política Livre

 

Bolsonaro diz estudar conceder reajuste de servidores federais em 5%



O presidente Jair Bolsonaro (PL) indicou que estuda conceder reajuste a servidores federais de 5% e explicou que caso seja reeleito, em 2023 ocorrerá uma reestruturação de carreiras. Bolsonaro participou de live nas redes sociais, nesta quinta-feira (19).  

"Não estou dizendo que vai acontecer, mas seria 5% para servidores, isso vale a 7 bilhões de reais em ministérios. Quero atender os policiais rodoviários equivalente a agente da polícia federal. Bem como, o policial do depen, que está ganhando bem lá embaixo. A ideia é dar 50%. Aí vem o problema. várias outras categorias, falam que querem o aumento se não para o Brasil. Não tem recurso. É o que podemos fazer de forma diferenciada. Várias categorias defasadas. Que já vinham e por razão da pandemia, agravou", comentou. 

 

Bolsonaro pontuou que gostaria de poder "atender a todos" os servidores. "Como disse, o orçamento é pequeno. Alguns reclamam, vou pedir para nosso pessoal se encontrar com o presidente do sindicato, chegar num acordo. 5% não atende a PRF, para não entrar em greve. Gente que ganha o teto. Se alguém me arranjar para onde tiro o recurso, dou 10 ou 15. Vai cortar na saúde, para poder atender os servidores, vai cortar na educação", completou.

Coração de Maria: Justiça cassa mandatos de vereadores por fraude na cota de candidaturas femininas

 

O juiz eleitoral Tardelli Boaventura, da 130ª Zona Eleitoral de Coração de Maria, julgou procedente uma ação do PSD e cassou os mandatos dos vereadores do Cidadania, anulando os votos recebidos pelos candidatos do partido nas eleições de 2020. O motivo: fraude da cota de 30% destinada a candidaturas femininas.

De acordo com a sentença, “a fraude no caso dos autos é tão evidente, tão escancarada, que dispensa maiores delongas”. Segundo o magistrado, as candidatas Caroline Santos Araújo e Josilda Lopes da Silva não prestaram contas dos recursos de campanha, não confeccionaram materiais nem fizeram postagem de suas candidaturas nas redes sociais. “E o mais escandaloso: não tiveram um voto sequer, nem mesmo o delas!”, acrescenta a sentença.

Diante disso, Tardelli decidiu anular os votos obtidos pelo partido Cidadania e cassar os mandatos dos titulares dos cargos de vereador, Davilson da Silva Miranda e João Rios de Oliveira, com igual consequência para os suplentes do mesmo partido.

O juiz determinou ainda que, após o trânsito em julgado, sejam refeitos os cálculos do quociente eleitoral e partidário e a redistribuídas às vagas dos vereadores cassados entre as outras legendas. A decisão também tornou inelegíveis por oito anos as duas ex-candidatas.

Política Livre

Prefeito de Santaluz declara apoio à pré-candidatura de ACM Neto

 

O prefeito de Santaluz, cidade localizada na região sisaleira, Arismário Barbosa Júnior (Avante), anunciou nesta segunda-feira (16) apoio à pré-candidatura de ACM Neto (União Brasil) ao governo da Bahia. “Nosso grupo político se reuniu e decidiu participar desta caminhada do ex-prefeito ACM Neto. Pelo que realizou em Salvador durante oito anos e pela experiência na Câmara Federal, não há nenhuma dúvida que ACM Neto é o único nome capaz de fazer a Bahia reconquistar o protagonismo no Nordeste e no Brasil, que foi perdido nos últimos anos”, afirmou o prefeito.

Durante o encontro no escritório político de ACM Neto, o prefeito de Santaluz disse que vai se empenhar muito na campanha de Neto não apenas no município que administra, mas em toda a região. “A gente percebe nas ruas que o sentimento de mudança na Bahia é muito grande. Então, o que me cabe neste momento é trabalhar muito para que ACM Neto tenha uma grande vitória em Santaluz e na Bahia”, disse o prefeito.

Ao final, ACM Neto agradeceu o apoio e disse que, se for eleito, Santaluz terá um olhar diferenciado. “Nosso plano de governo, que será lançado em breve, contempla todas as regiões da Bahia. A população de Santaluz pode ter certeza de uma coisa: o que o PT não fez em todos esses anos, nós vamos fazer. Vamos investir muito em educação, saúde, segurança pública, geração de emprego e infraestrutura para colocar a Bahia em lugar de destaque no cenário nacional. Infelizmente, com o PT, a Bahia é lembrada em todo o Brasil por ser o estado mais violento e por ter a pior educação do país”.

 

‘A Bahia precisa viver um novo ciclo de industrialização do interior’, afirma ACM Neto

 

Durante coletiva de imprensa realizada em Itabuna, no sábado (14), o pré-candidato ao Governo da Bahia ACM Neto (União Brasil) defendeu a “industrialização do interior”. Para ele, esse é um importante movimento para garantir o desenvolvimento dos municípios do interior baiano e a geração de empregos.

“A Bahia precisa viver um novo ciclo de industrialização do interior, da mesma forma que aconteceu, de maneira muito forte, no período que Paulo Souto e César Borges governaram a Bahia”, disse.

“Chegamos, inclusive, ao auge quando iniciamos o parque automotivo do Norte e Nordeste do Brasil. Só que esse processo parou. As empresas começaram a fechar as portas, os investimentos começaram a ir para outros estados e nada foi feito para impedir esse movimento”, ponderou o pré-candidato.

ACM Neto também falou sobre a necessidade de discutir e definir as melhores iniciativas para implementar a geração 5G no Polo de Informática de Ilhéus. Ainda com foco na modernização da Bahia, o pré-candidato adiantou que pretende, caso seja eleito, construir hubs de tecnologia em cidades do estado.

“Nós vamos fomentar o crescimento e o desenvolvimento de start-ups para exportar conhecimento para o mundo”, destacou. “Eu fiz isso em Salvador, e quero levar para o interior. Para isso, é preciso ter um plano, uma visão regional, sabendo aonde queremos chegar, o que precisamos fazer, e em que tempo será feito. Foi assim que eu consegui tocar Salvador durante oito anos, e a gente mudou a realidade da cidade. A gente trouxe uma nova perspectiva para a capital, e pretendo trazer esse modelo de gestão para todo o estado”, afirmou.

“Nós temos, portanto, um estado com matriz econômica bastante diversificada, mas que precisa ser aproveitada e trabalhada”, finalizou.

Neste final de semana, ACM Neto visitou as cidades de Una, Itabuna e Itajuípe. As agendas aconteceram na sexta-feira (13) e no sábado (14). Desde 2021, quando iniciou o projeto Pela Bahia, o pré-candidato ao governo já caminhou por mais de 100 cidades baianas. 

Do Política Livre